Get Adobe Flash player

 

ENERGIA PARA O MUNDO

O Açaí é uma fonte natural de energia, reunindo um rico complexo de aminoácidos, minerais e carboidratos. É a fruta mais completa da natureza, com capacidade para conectar saúde física e mental, combatendo o envelhecimento precoce, fortalecendo o sistema cardiovascular e equilibrando energia e condicionamento físico.

VIDA COM SAÚDE, NUTRIÇÃO E DISPOSIÇÃO.

O açaí alimenta os povos amazônicos há vários séculos e com seus componentes, proporciona uma vida com saúde, nutrição e disposição a todos que o consomem.

Uma fonte de saúde e energia conhecida há séculos pelos povos amazônicos e que ganhou o mundo, devido as suas surpreendentes qualidades nutricionais. O sucesso do açaí como fonte de saúde e energia, começa nos tatames de Jiu-Jitsu no Rio de Janeiro, fornecendo força e disposição para os lutadores e ganhando o merecido status como  eficiente complemento alimentar, desde então, o açaí  torna-se conhecido do público geral, fazendo sucesso em todos os círculos esportivos. Isso não foi apenas modismo, pois a ciência comprovou a sua eficácia, como podemos conferir abaixo:

Antocianinas, Açaí e Saúde

O interesse científico em compostos químicos derivados de plantas tem aumentado desde que estudos epidemiológicos sugerem que as dietas com alta ingestão de verduras e frutas pode reduzir a incidência de algumas doenças degenerativas.

Algumas frutas são ricas em pigmentos antocianina,  grupo pertencente aos flavonóides, classe de compostos fenólicos largamente difundidos. Eles são particularmente abundantes em amoras e frutas vermelhas e roxas, bem como em vinhos tintos; sendo assim, eles tem um papel importante na nutrição humana e animal.

Como outros flavonóides, a significância das antocianinas tem sido discutida em relação a uma grande variedade de funções fisiológicas, tais como a melhora da visão, atividade anti-câncer e também nas suas implicações na disfunção neural e no declínio da inteligência cognitiva. Além disso, foi descoberto que os extratos da fruta contendo antocianinas eram efetivos na reversão dos déficits relacionados à idade em muitos parâmetros neurais e comportamentais, o comportamento motor na deambulação e performance no trabalho.

Há uma grande quantidade de pesquisas sugerindo que um dos fatores mais importantes mediando os efeitos deletérios do envelhecimento sobre o comportamento e funções neuronais é um diminuído equilíbrio do estresse anti-oxidante/oxidativo/inflamatório.

Pesquisas da Universidade de Barcelona (Espanha) utilizaram frutas e verduras identificadas como sendo altamente ricos em atividade anti-oxidante via  ensaio da capacidade de absorção radical de oxigênio (ECARO) e mostraram que a suplementação (por 8 semanas) com extratos de espinafre, morango e amora azul (BB) foi eficaz em reverter déficits relacionados ao envelhecimento na função neuronal e comportamental em ratos idosos (19 meses). Entretanto, apenas os grupos suplementados com amoras azuis exibiram performance melhorada nos testes de função motora.

O extrato liofilizado de amoras demonstrou melhorar a memória e produzir efeitos aumentados ansiolíticos e na locomoção em camundongos, bem como efeitos protetores contra danos ao DNA produzidos por radicais livres no cérebro. Estes resultados são consistentes com a hipótese de que os flavonóides (incluindo as antocianinas) e outros polifenóis podem ter efeitos na sinalização celular e decréscimo do dano oxidativo e também sugerem que eles podem agir diretamente na cognição. Estes efeitos podem contribuir para a prevenção de processos degenerativos patológicos e relacionados ao envelhecimento do cérebro. Os efeitos destes compostos nessas condições patológicas ainda estão por serem testados.

De acordo com pesquisadores da Universidade Vanderbuilt (Departamento de Medicina – EUA), a asma brônquica é uma doença inflamatória das vias aéreas. O estresse oxidativo pode ter um papel importante na patogênese da asma como, por exemplo, aumentando a AHR, a secreção de muco e a bronco-constrição. Em um estudo baseado na população conduzido por pesquisadores do King’s College (Londres), uma alta ingestão de selênio e maçãs pode proteger contra a asma e um consumo maior de vinho tinto pode reduzir a severidade da asma em alguns indivíduos.

A cianidina-3-O-glucosídio (C3G), uma grande parte das frações de antocianina, tem efeitos protetores como um saprófita de espécies de oxigênio ativo.
No que diz respeito aos processos de envelhecimento, as dietas ricas em frutas e verduras parecem estar associadas com o risco diminuído de muitas categorias de doenças crônicas relacionadas com o envelhecimento, incluindo a doença cardíaca e o câncer. As habilidades motoras e cognitivas declinam durante o envelhecimento normal, e esses declínios são exagerados na doença neuro-degenerativa, o que pode emergir por diferentes mecanismos.

A evidência epidemiológica indica que o suplemento anti-oxidante pode prover neuro-proteção contra as desordens neuro-degenerativas relacionadas ao envelhecimento, incluindo a Doença de Parkinson’s e A Doença de Alzheimer.
Um estudo com a dieta suplementar de amora azul em um modelo murino transgênico da Doença de Alzheimer (DA) demonstrou uma performance aumentada se comparada aos camundongos em uma dieta de controle em um experimento de consolidação da memória (Centro de Pesquisas da Nutrição Humana no Envelhecimento da Universidade Tufts – EUA).

Em suma, há uma evidência emergente de que as intervenções na dieta podem prover uma estratégia efetiva para evitar ou tratar a DA, e, possivelmente, outras desordens neuro-degenerativas.

O Euterpe oleraceae (AÇAÍ) é uma grande palmeira indígena da América do Sul. Ele cresce abundantemente no estuário do Amazonas e nas planícies encharcadas, pântanos e nas regiões altas. Também conhecido como palmeira repolho, o Euterpe oleraceae carrega um fruto semelhante a uma amora, roxo escuro, pendurado em cachos, que servem como uma grande fonte alimentícia para os habitantes nativos e população das classes baixas do Brasil, Colômbia e Suriname (1). Um suco derivado do fruto, popularmente chamado de “Açaí” no Brasil, é consumido em uma variedade de bebidas e preparações de refeições.

Recentemente, muita atenção tem sido dada à capacidade anti-oxidante do seu fruto (também chamado Açaí) e seu possível papel como “alimento funcional”.
Algumas antocianinas (ACNs) e diversos outros flavonóides tem sido reportados no Açaí. Reconhecidos como fitoquímicos predominantes no Açaí, os ACNs eram considerados como sendo os principais compostos que contribuíam para a capacidade total anti-oxidante.

Pesquisas do Departamento de Ciências da Alimentação e Nutrição Humana da Universidade da Flórida caracterizaram os principais polifenóis e antocianinas presentes na polpa de açaí e determinaram suas contribuições para a capacidade total anti-oxidante desta fruta de palmeira. A estabilidade do pigmento e da cor contra o peróxido de hidrogênio, o ácido ascórbico e a presença/ausência de cofatores ocorrendo naturalmente também foram determinados e comparados a outras fontes de antocianina disponíveis comercialmente. A estabilidade das antocianinas do açaí como uma nova fonte de pigmentos de antocianinas também foi estabelecida e pode ser usada para determinar a aplicação e as propriedades funcionais do açaí em uma variedade de alimentos e produtos nutracêuticos.

Estudos químicos tem mostrado que o açaí é rico em compostos antocianínicos (cianidina-3-O-arabinosídeo, cianidina-3-O-glucosídio, cianidina-3-O-rutinosídio) e outros polifenóis. Muitas evidências sugerem que a dieta rica em polifenóis possa estar envolvida na proteção contra um risco cardiovascular. Este efeito benéfico dos polifenóis pode ser devido as muitas ações como anti-oxidante que aumenta a biodisponibilidade do óxido nítrico, atuando como vasodilatador e anti-hipertensivo.

Finalmente, parece que o extrato de açaí pode atuar no campo da oncologia. Seus efeitos quimio-preventivos não tem sido apenas ligados a suas atividades anti-oxidantes, mas também à sua habilidade de mediar outras funções fisiológicas relacionadas com a supressão do câncer, tais como as atividades anti-proliferativas e anti-mutagênicas.

Stephen Talcott e seus colegas do Departamento de Ciências Alimentícias e Nutrição Humana da Universidade da Flórida, demonstrou que o Açaí é uma rica fonte de polifenóis bio-ativos que contém atividades anti-proliferativas e pro-apoptóticas contra células malignas da leucemia. Eles também confirmaram a importância da investigação total dos sistemas de alimentação ao avaliar os benefícios potenciais à saúde destes compostos devido à sua resposta não aditiva nos modelos de cultura celular.

- Trabalho compilado por Mário André Leocádio-Miguel, PT, PhD. Escola de Artes, Ciências e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo – Brazil.

ÁCIDOS GRAXOS ESSENCIAIS

60% de Ômega 9, ácido graxo monoinsaturado essencial, que auxilia na redução dos níveis do LDL (colesterol ruim) enquanto mantém os do HDL (colesterol bom).
12% de Ômega 6, ácido graxo poliinsaturado essencial, que comprovadamente reduz os níveis do LDL. Os ácidos graxos ajudam no transporte e absorção de vitaminas lipossolúveis: Vitaminas A, E, D, e K.

VITAMINAS E MINERAIS PARA MANTER O EQUILÍBRIO


As vitaminas promovem o bem-estar físico e mental e devem ser ingeridas diariamente, pois não são produzidas pelo organismo. Os minerais são necessários para equilibrar a saúde do corpo. O açaí é rico em Ferro necessário para combater a anemia.

FIBRAS AUXILIAM O SISTEMA INTESTINAL


Uma sinergia de gorduras monoinsaturadas (saudáveis), fibras alimentares e fitoesteróis, que contribuem para o sistema cardiovascular e digestivo e ainda previnem doenças.

FITONUTRIENTES MELHORAM A IMUNIDADE


Nome dado aos nutrientes encontrados nos vegetais, os fitonutrientes do açaí são os Flavonóides, que também são antioxidantes benéficos no combate ao envelhecimento e na prevenção do câncer e doenças do coração.

AMINOÁCIDOS AUMENTAM A DISPOSIÇÃO


O açaí possui um complexo essencial quase perfeito de aminoácidos responsáveis por seu sabor e por promover, juntamente com valiosas substâncias minerais, uma adequada contração e regeneração muscular, ideal para manter o condicionamento físico.

CARBOIDRATO. COMBUSTÍVEL DO CORPO


Encontrado no açaí tem a função de armazenar energia, que servirá de combustível corporal para realização de qualquer exercício físico.

Anúncios

Empresa

Conheça nossa fábrica e veja todas as vantagens de se comprar o açaí já batido.Certeza de lucro com o mínimo de trabalho para sua loja.

Sabores

Somos a única fábrica no Brasil a preparar creme de açaí com mais de 40 sabores diferentes. Conheça todos os sabores disponíveis aqui.

Cadastre-se

Documento sem título
Cadastre-se e receba todas as novidades, dicas e informações sobre o açaí.